Liga de Handebol começa amanhã

A sexta edição da Liga Nacional Masculina de Handebol começa nesta quinta-feira, com três jogos. Em Florianópolis, a Adiee/FME enfrenta a Metodista/São Bernardo, às 20 horas, no Ginásio de Esportes SEST/Senat; em Maringá, no Paraná, o confronto será entre a Unimed/Maringá e o Pinheiros, às 20h, no Ginásio do Clube Olímpico de Maringá. Também no Paraná, a Unifil/Londrina joga contra o IMES/Santa Maria/São Caetano às 21h, no Ginásio de Esportes Darcy Cortez, o Moringão, em Londrina. "A Liga Nacional é nosso campeonato mais forte e uma de nossas prioridades. Temos um enorme carinho em disputá-la", afirmou Alberto Rigolo, técnico da Metodista e da seleção brasileira. Sua equipe é pentacampeã do torneio e busca o hexa. Apesar do favoritismo, ele não acredita que o título virá facilmente. "Quem vive de passado é museu. Dos seis times, qualquer um pode ser campeão. A Metodista nunca entra em uma competição achando que está sozinha. Teve um campeonato em que o favorito era o Vasco da Gama - que, no fim, acabou em quinto. Nós vencemos em conseqüência de trabalho." Apesar dos problemas de contusão no elenco - ?Nenhum atleta está 100%? -, Alberto Rigolo acredita num bom desempenho contra a estreante Adiee/FME. "Nunca os enfrentamos, mas conheço os jogadores e já os vi jogar", afirmou o treinador da Metodista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.