Liga inglesa soma 21 jogadores brasileiros

A Inglaterra foi o último grande centro do futebol europeu a ser seduzido pelo mercado brasileiro. Começou com o atacante Mirandinha, ex-Palmeiras, em meados dos anos 80 e teve em Juninho Paulista um dos melhores desempenhos, quando atuou pelo Middlesbrough. Após duas décadas, 21 brasileiros estão em ação na Premier League. Três equipes apresentam quatro atletas do Brasil em seus elencos. O poderoso Manchester United apostou nos gêmeos Rafael e Fábio, que despontaram no Fluminense, além do também jovem Rodrigo Possebon, do Inter. Anderson, ex-Grêmio, tem seu lugar garantido para fazer tabelas com os badalados Cristiano Ronaldo, Carlos Tevez e Wayne Rooney.O Liverpool mescla a experiência com a juventude brasileira. O veterano Fábio Aurélio, ex-São Paulo, atua ao lado do ex-gremista Lucas, com vaga na seleção brasileira, e com Vitor Flora, um garoto de 17 anos, revelado no Botafogo de Ribeirão Preto. Diego Cavalieri, outro ex-palmeirense, briga por uma vaga no gol.O Manchester City, que sonha com Cristiano Ronaldo, Messi, Buffon, entre outros para as próximas temporadas, coloca em campo, além de Robinho, o atacante Jô, ex-Corinthians, e Gláuber, que surgiu no Palmeiras. O Arsenal não repetiu a tradição de apostar em revelações brasileiras, mas manteve Denílson, ex-São Paulo, e Eduardo Silva, que se recupera de fratura na perna esquerda sofrida em fevereiro. O Chelsea, de Felipão, conta com a experiência de Belletti, com a força do zagueiro Alex e com a técnica de Deco, vindo do Barcelona. O Tottenham apresenta o goleiro Gomes e o lateral Gilberto, enquanto o Newcastle tem o zagueiro Caçapa. O rodado Geovanni é do Hull City e o Middlesbrough sonha com os gols de Afonso Alves.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.