Londres confirma maratona mesmo após atentados em Boston

Explosão de bombas em prova de Boston nessa segunda-feira deixou três mortos e vários feridos

AE-AP, Agência Estado

16 de abril de 2013 | 09h13

LONDRES - Decididos a dar um show de "solidariedade" em relação a Boston, cidade norte-americana surpreendida por atentados nessa segunda-feira, os organizadores da Maratona de Londres estão se recusando a ceder diante da ameaça do terrorismo ao confirmar a realização da prova, marcada para o próximo domingo.

A capital inglesa, palco dos Jogos Olímpicos de 2012, tem sido um alvo para os terroristas, e esse tipo de preocupação se intensificou antes da corrida deste final de semana depois das cenas angustiantes presenciadas durante a Maratona de Boston, onde bombas explodiram durante a prova, matando três pessoas e ferindo muitas outras.

Entretanto, o ministro britânico do Esporte, Hugh Robertson, disse que a Maratona de Londres, assistida por estimados 500 mil espectadores e cujo trajeto atravessa os marcos históricos mais famosos da cidade, deve ser realizada como planejada para mostrar que "nós não seremos acovardados por este tipo de comportamento".

"A melhor maneira de reagirmos (contra ameaças terroristas) é seguir em frente com a maratona no domingo, para as pessoas nas ruas e para celebrá-la como sempre fazemos em Londres", disse Robertson em entrevista para a rede britânica BBC nesta terça-feira.

"Estamos absolutamente confiantes de que podemos manter o evento protegido e seguro. Acho que este é um daqueles incidentes onde a melhor maneira de mostrar solidariedade a Boston é continuar com a prova e enviar uma mensagem muito clara aos responsáveis (pelas explosões de bombas)", completou o ministro.

A segurança passou a ser analisada mais profundamente na capital inglesa depois dos incidentes em Boston, onde duas bombas explodiram perto da linha de chegada da prova da última segunda. "A Maratona de Londres seguirá em frente como planejado para domingo, embora continuemos a rever a segurança com a Polícia Metropolitana de Londres nos próximos dias", admitiu o chefe executivo da Maratona de Londres, Nick Bitel, em uma entrevista ao site oficial da prova.

"A Maratona de Londres estará em contato com os corredores por meio de seus e-mails e eles ouvirão de nós informações diárias neste sentido. Tentaremos manter nossos corredores atualizados ao longo deste período", prometeu Bitel.

A Maratona de Londres é uma das seis mais importantes do mundo, ao lado das que acontecem em Tóquio, Boston, Berlim, Chicago e Nova York, e contará com a participação de cerca de 37.500 participantes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.