Londres entra no clima dos Jogos na semana de abertura da Olimpíada

Megaevento já movimenta a capital inglesa, que respira status de capital do esporte

SÍLVIO BARSETTI , WILSON BALDINI JR. , ENVIADOS ESPECIAIS / LONDRES, O Estado de S.Paulo

22 de julho de 2012 | 03h03

LONDRES - No final de semana que antecede ao início oficial dos Jogos Olímpicos, Londres já detém o título de capital mundial do esporte. Parques e ruas repletas de turistas, trânsito caótico, metrô lotado e um aparato de segurança que pontua cada esquina da cidade indicam a proximidade do megaevento. Atletas e delegações já ocupam boa parte da Vila Olímpica e até sexta-feira, dia da cerimônia de abertura, a expectativa é que a maioria dos 10.500 competidores inscritos já esteja na capital inglesa.

O clima em Londres esquentou ontem literalmente. A chuva deu uma trégua e a temperatura beirou os 30 graus. Além disso, o revezamento da tocha olímpica levou milhares de pessoas ao centro da cidade.

A chegada do símbolo dos Jogos demonstrou uma aceitação surpreendente dos londrinos, até então, em boa parte, reticentes com relação à escolha de Londres para sede dos Jogos Olímpicos de 2012.

"Londres sabe que este é um importante evento e nestas duas semanas de Jogos as transformações serão visíveis, pois representarão um grande legado para toda a Grã-Bretanha", disse ontem à noite, em entrevista coletiva, o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Jacques Rogge.

O dirigente estava impressionado com a quantidade de gente que acompanhou a passagem da tocha durante o dia. Havia muitas crianças, idosos e uma euforia contagiante entre jovens de várias nacionalidades que se confraternizavam com abraços, beijos e um cuidado todo especial para não deixar a cerveja cair dos copos.

No Aeroporto de Heathrow, o movimento aumentou bastante, mas sem registro de incidentes mais graves. "Há pequenos ajustes, mas já podemos notar o encantamento de atletas e treinadores na Vila Olímpica, por exemplo", declarou Rogge.

No início da tarde, delegações de Serra Leoa e do Iraque foram recebidas na zona internacional da vila com um espetáculo do National Yought Theatre - grupo com dezenas de voluntários que se apresentam com danças, malabarismos e dão boas vindas aos visitantes. Esse ritual se repete várias vezes diariamente. Ontem, os iraquianos trocaram rapidamente a timidez por passos mais ritmados, na tentativa de imitar os jovens atores. Amanhã, o Brasil vai ser um dos homenageados.

Segurança. Apesar do envolvimento crescente da cidade com os Jogos, medidas de segurança vão ser adotadas durante a semana para evitar que estranhos cheguem perto das instalações esportivas. A mais badalada é o All England Club, em Wimbledon, local tradicional das competições de tênis. O Estádio de Wembley e o Estádio Olímpico só vão receber delegações oficiais e parte da imprensa.

A grandiosidade do evento é visível também graças a ações de marketing dos principais patrocinadores dos Jogos de Londres, que têm suas marcas exibidas com destaque por toda a cidade, principalmente no entorno do Parque Olímpico e nos outros locais que vão receber as competições. O maior parceiro do Comitê Organizador de Londres montou uma estrutura enorme para atender o público próximo ao Estádio Olímpico.

Os Jogos também estão ganhando espaço exaustivamente nos programas de televisão e nas capas de quase todos os jornais e revistas da Grã-Bretanha. A festa do esporte já pode começar.

Tudo o que sabemos sobre:
Direto de Londres Olimpíadas 2012

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.