Londres será a sede dos Jogos de 2012

Depois de quatro rodadas de votação, a cidade de Londres foi escolhida na manhã desta quarta-feira em Cingapura, como a sede dos Jogos Olímpicos de 2012. Os ingleses venceram na rodada decisiva a candidatura de Paris, a única das cinco que havia sobrevivido até a rodada final de votação. Na sessões anteriores foram sendo eliminadas, pela ordem, as candidaturas de Moscou, Nova York e Madri. Foram 105 votos válidos e a cidade escolhida teria de obter a maioria absoluta de votos. No final, Londres foi escolhida por 54 votos, contra 50 de Paris (11 abstenções). Um terço dos delegados com direito a voto, foram medalhistas olímpicos.A capital britânica se transformou assim na primeira da história dos Jogos Olímpicos Modernos a organizar a maior competição esportiva do planeta por três vezes. Antes, Londres sediou os Jogos de 1908 e de 1948. Paris também havia recebido os Jogos em duas oportunidades (1900 e 1924), a exemplo de Atenas (1896 e 2004) e Los Angeles ( 1932 e 1984).Milhares de pessoas acompanharam o processo de escolha ao vivo por meio de telões instalados em locais públicos, em todas as cinco cidades-candidatas. Paris era considerada a favorita depois que a comissão de avaliação do COI considerou o projeto de ?altísssima qualidade? - a exemplo de Londres. A diferença é que a capital inglesa havia recebido críticas em relação ao sistema de transportes. Especula-se que Londres tenha sido escolhida por seu projeto incluir um plano de revitalização de uma grande área degradada da cidade. A virada de Londres, no entanto, pode ter vindo depois da eliminação de Nova York. Acredita-se que os votos dirigidos à cidade norte-americana foram transferidos integralmente para a Inglaterra. Moscou, foi para a fase final com possibilidades quase nulas de vitória. É que os fiscais do COI haviam considerado que ?a candidatura apresentou uma planificação insuficientemente detalhada e havia falta de informações básicas?. Por conta disso, foi a primeira a ser descartada. Em seguida foi a vez de Nova York sair da disputa, apesar da presença em Cingapura da ex-primeira dama Hillary Clinton. Problemas na implantação do projeto e da finalização do estádio olímpico arruinaram a candidatura americana. Em seguida, caiu Madri - que apesar da brilhante apresentação e de ter vencido uma das rodadas de votações - foi prejudicada pelo fato de sua rede hoteleira ter sido considerada insuficiente. Milhares de pessoas se reuniram desde o início da manhã na Praça Trafalgar, em Londres, para acompanhar o processo de escolha. Com globos e bandeiras, as pessoas comemoraram muito no momento em que o presidente do COI, Jacques Rogge anunciou o resultado final. A eleição de Londres coincidiu com o início da reunião anual do G-8 (a assembléia dos sete países mais industrializados do mundo, além da Rússia), em Gleneagles, na Escócia. O primeiro-ministro Tony Blair esteve em Singapura até ontem para promover a candidatura inglesa.Em Paris, ao contrário, a decepção foi enorme. Uma multidão esperava os resultado em frente aos telões instalados próximos à prefeitura da cidade. No instante em que a escolha foi anunciada, um silêncio pesado se instalou na praça. Os próximos Jogos Olímpicos serão realizados em Pequim, em 2008.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.