JF Diorio/AE
JF Diorio/AE

Lucas salva o São Paulo no Morumbi

Meia marca aos 47 da etapa final e garante a segunda vitória da equipe na competição, em jogo de baixo nível técnico

Marcon Beraldo, O Estado de S.Paulo

29 de maio de 2011 | 00h00

No jogo em que o capitão Rogério Ceni completou 99 jogos consecutivos com a camisa tricolor, o São Paulo apresentou um futebol deficiente. Mas foi salvo novamente por Lucas, que fez o gol da vitória por 1 a 0 no último lance do jogo com o Figueirense, ontem à noite, no Morumbi.

O primeiro tempo foi tão irregular que a torcida começou a vaiar e a pedir a entrada de Rivaldo antes de o juiz apitar o final. Com exceção de um ou outro chute a gol para fora e as jogadas individuais de Lucas, também raras, o time da casa foi facilmente neutralizado pela marcação.

Em consequência, o Figueirense, que veio a São Paulo para tentar tirar proveito de algum erro do adversário para chegar à vitória, começou a se atrever no ataque a partir dos 30 minutos. E foi o time catarinense que teve a melhor chance de chegar ao gol, aos 35 minutos, em uma falta cobrada por Wellington Nem e bem defendida por Rogério Ceni.

A volta de Rhodolfo e a entrada de Wellington deram mais consistência à defesa e contribuíram para dar mais confiança aos meio-campistas. Mas os passes não foram o forte dos jogadores do setor. Então, a bola não chegava com qualidade ao ataque e ficava difícil para que alguma jogada pelo meio fosse feita.

No segundo tempo, o técnico Paulo César Carpegiani colocou Rivaldo em campo, no lugar de Fernandinho. "Espero corresponder nesses 45 minutos", disse Rivaldo, antes de entrar. "Minha função será jogar a bola ali na frente para chegarmos à vitória." O treinador trocou também Juan por Henrique Miranda.

O técnico do Figueirense, Jorginho, também tomou providências assim que viu as mudanças. Ele trocou Wellington Nem e Aloísio por Coutinho e Rhayner.

Já no desespero com a falta de objetividade, Carpegiani fez outra mudança, com a entrada de Marlos no lugar de Carlinhos Paraíba. O São Paulo ficou mais ofensivo e acertou a trave do goleiro Wilson com Casemiro e Marlos. E no final, em um chute feliz, Lucas fez o gol da vitória, no último lance do jogo.

Lucas vibrou muito depois da partida. "O São Paulo fez por merecer o resultado", disse. O zagueiro Rhodolfo foi mais comedido. "Não jogamos muito bem hoje (ontem), mas felizmente conseguimos vencer", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.