Luciano tenta surpreender Sabino no judô

Luciano Ribeiro Corrêa tem 21 anos de convivência com o judô - foi matriculado pela mãe em uma academia aos 4. E luta para ganhar espaço no meio-pesado, peso que deu ao Brasil três medalhas olímpicas: o ouro com Aurélio Miguel, em Seul/88, a prata com Douglas Vieira, em Los Angeles/84, e o bronze com Chiaki Ishii, em Munique/72. Luciano é o desafiante do titular da seleção Mário Sabino no terceiro e decisivo confronto da série melhor-de-três da Seletiva Olímpica do Judô, domingo, no ginásio Pedrão, em Teresópolis, Rio de janeiro (com SporTV, a partir das 12 horas).No primeiro confronto, em dezembro de 2003, em São Paulo, Mário Sabino, que é policial militar e modelo da Agência Mega em Bauru, foi surpreendido pelo brasiliense Luciano e perdeu por 2 lutas a 1. Em Ipatinga, na segunda etapa da Seletiva, foi a vez de Sabino vencer por 2 a 1."Eu não tiro o mérito dele, mas na primeira seletiva eu voltava de um estiramento nas costas. Tinha lutado o Mundial à base de antiinflamatórios por causa de uma contusão no cotovelo. Voltava após duas lesões graves", explicou Sabino, de 1,89 m e 100 quilos, campeão dos Jogos Pan-Americanos de São Domingos e medalha de bronze no Mundial de Osaka, em 2003.Luciano, do Minas Tênis Clube, 1,88 m e 98 quilos, começou a competir aos 13 anos, mas só teve uma estrutura profissional, com preparador físico, nutricionista e treinos duas vezes ao dia, em 2000."Quero ganhar a vaga na seleção e não largar nunca mais."Ele disse que vai "estudar" a luta de Sabino e ser perseverante. "Aurélio Miguel é meu espelho", revelou Luciano, que tem duas medalhas de bronze ganhas na Universíade (no meio-pesado e absoluto), em 2003.No domingo também será definida a vaga olímpica no meio-médio, entre Flávio Canto e Tiago Camilo. As disputas nos pesos meio-leve, com Henrique Guimarães e Leandro Cunha, e leve, com Luiz Camilo e Leandro Guilheiro, estão na segunda seletiva. Henrique Guimarães e Leandro Guilheiro vencem por 1 a 0. Se necessário, o terceiro e decisivo confronto será dia 10, em local ainda não definido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.