Lucimar Teodoro suspensa por dois anos

A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) anunciou a suspensão de dois anos da velocista Lucimar Teodoro. A atleta representaria o Brasil no Mundial de Berlim na prova dos 400 metros com barreiras, mas foi flagrada em controle de dopagem realizado durante o Troféu Brasil, no Rio, em junho, por utilização do estimulante femproporex. Ela só voltará a competir em 2011. A divulgação do positivo de Lucimar ocorreu uma semana antes do maior escândalo de doping do País, em que cinco atletas foram flagrados por uso do hormônio eritropoietina (EPO). Três deles, assim como Lucimar, eram treinados por Jayme Netto Júnior. A punição foi anunciada em curto espaço de tempo porque a atleta abriu mão da análise da contraprova e admitiu o uso da substância proibida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.