Luisa Parente: a dama do Salto

Há nove anos, a carioca Luisa Parente, de 31 anos, anunciou a sua aposentadoria na ginástica olímpica. Antes disso, foi a primeira ginasta brasileira a se classificar para os Jogos Olímpicos: competiu em Seul/88 e Barcelona/92. Quando ainda competia, ela conciliava os treinos com os cursos de Educação Física e Direito. Hoje, é advogada do Conselho Regional de Educação Física da primeira região (Rio de Janeiro e Espírito Santo) e chefe de gabinete da deputada estadual (PPS-RJ) Georgette Vidor, sua ex-técnica.?Desde que encerrei a carreira, não havia trabalhado com a Georgette, fiquei feliz pelo convite. Como atleta sempre tive um bom relacionamento com ela, tanto é que foi a madrinha do meu casamento. Espero que ela esteja satisfeita comigo?, disse Luisa que pretende seguir a carreira política.Além de estar contente profissionalmente, Luisa realizou o sonho de ser mãe. Casada com o jogador de basquete Alexey (ala), de 36 anos, ela tem um casal: Manuela, de 4 anos e o recém-nascido José Afonso, de 2 meses e meio. Será que eles vão seguir a carreira esportiva da mãe? ?Vai ser uma briga, porque o pai é do basquete. O importante é que façam esporte.?Luisa começou a carreira aos 6 anos no Flamengo, onde ficou até os 22. A realidade da ginástica brasileira, porém, era outra. Não havia apoio financeiro de governo e patrocinadores e os aparelhos não tinham a tecnologia dos usados pela equipe permanente brasileira, em Curitiba.?Na minha época, eu pagava albergue para competir no Mundial. Não tinha a mesma estrutura para treinar como hoje?, conta. ?No salto sobre o cavalo, por exemplo, não usamos mais o cavalo, mas uma mesa de salto, com menos impacto?, explicou.E seguir carreira como técnica da equipe brasileira? ?Já pensei nisso, mas quando a Confederação teve a intenção de me levar, estava em outra fase, saturada da ginástica de alto nível. Fiz a opção de ficar com a família, meu marido e ter filhos. Não descarto a hipótese de ser técnica no futuro. E admira a ginasta uzbeque Oskana Chusovitina, de 29 anos. ?A Oskana está superbem. Às vezes penso que poderia estar lá, competindo, já pensou??, brincou. Fora da política, Luisa supervisiona o Projeto Luisa Parente Imagynação, criado em 1995, com iniciação de ginástica para escolas privadas. Os resultados de Daiane dos Santos animam a ex-ginasta. ?Ela está contribuindo para a democratização da ginástica. Mas alerta: a CBgin precisa investir no trabalho de base e nos técnicos que darão continuidade ao trabalho do Oleg.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.