Lula diz que já previa vitória do Rio após apresentação

Presidente também comenta sobre seu choro após a escolha da cidade para sediar os Jogos de 2016

ANDREI NETTO E JAMIL CHADE, Agencia Estado

03 de outubro de 2009 | 11h08

A vitória do Rio de Janeiro no evento para a escolha da sede da Olimpíada de 2016, em Copenhague, teve vários momentos marcantes e decisivos. No entanto, os que representaram o Brasil e até alguns dos concorrentes apontaram a apresentação como fundamental para o triunfo brasileiro. Foi assim também com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que voltou a falar neste sábado.

 VEJA TAMBÉM:
link Preparação do Rio de Janeiro já começa neste sábado

linkAtletas brasileiros comemoram vitória histórica

linkLula exalta vitória do 'povo brasileiro'

linkDilma promete transparência em gastos com Olimpíada

linkRio conseguiu mais do que o dobro de votos de Madri

linkRio promete melhorar a cidade com Jogos

link Todas as sedes dos Jogos Olímpicos

linkCopa do Mundo e Olimpíada em dois anos

linkBrasil vence após três tentativas frustradas

blog BATE-PRONTO - Sucesso à vista no Rio 2016?

especialRIO 2016 - Mais sobre a campanha pelos Jogos

especialESPECIAL - Tudo sobre as cidades candidatas

Para Lula, a apresentação do Rio na sexta-feira deixou a certeza da vitória. "Depois da apresentação do Brasil a gente tinha certeza que não tinha como o Rio não ganhar", afirmou o presidente, lembrando que muitos duvidavam do triunfo brasileiro, lembrando a difícil concorrência com Chicago e Tóquio. "Sempre me diziam em conversas: ''Não vai dar para bater Chicago, não vai dar para bater Tóquio''. Mas aí a gente percebeu que era possível", revelou.

Lula também aproveitou para justificar o seu choro após a confirmação do Rio como sede dos Jogos. "Como a gente já tinha ganhado, eu relaxei e falei: ''Bom, agora que é para chorar, vou chorar mesmo''." O presidente disse que se recordou de sua própria vida, "das coisas que pareciam impossíveis", e novamente da apresentação do Rio. "Aí comecei a chorar. E como não tenho vergonha de chorar, chorei."

Tudo o que sabemos sobre:
OlimpíadaeleiçãoRio 2016Lula

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.