Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Lula quer parceria para massificar esporte

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sinalizou nesta sexta-feira, durante recepção a 182 atletas brasileiros que disputaram os Jogos Pan-Americanos de São Domingos, na República Dominicana, que o governo vai propor uma lei de incentivo fiscal para patrocinadores esportivos. Em discurso, Lula defendeu a parceria com o setor privado para massificar a prática de esportes. "No Brasil, as pessoas pensam que tudo depende do Estado, mas o Estado tem limites", afirmou.Presenteado pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) com a medalha "Presidente Pé Quente", Lula defendeu a abertura, nos dias de semana, dos portões de clubes sociais a crianças e adolescentes de bairros pobres. "Uma boa política de educação e de esportes vai evitar que jovens caiam na criminalidade e no narcotráfico", disse. "Um dos grandes problemas do Brasil não é apenas econômico. O grande problema é a desagregação da estrutura da sociedade", ressaltou.O presidente destacou a "garra e o espírito" de alguns atletas, como o tenista Fernando Meligeni, ganhador de medalha de ouro no tênis, e a nadadora Carolina de Moraes, medalha de bronze em natação sincronizada. Os atletas brasileiros que foram a São Domingos receberam no Palácio do Planalto a insígnia da Cruz do Mérito Desportivo, condecoração criada em 1954.

Agencia Estado,

22 de agosto de 2003 | 19h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.