Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Lusa, disposta a deixar a lanterna, pega o Botafogo

Equipe do Canindé ganhou do rival no primeiro turno

O Estadao de S.Paulo

20 de setembro de 2008 | 00h00

A Portuguesa tem de repetir em casa o que fez no Rio no primeiro turno, quando superou o Botafogo por 1 a 0 no Engenhão. Bater novamente o rival carioca hoje, às 16 horas, no Canindé, é a única solução para recuperar o ânimo e encontrar o caminho de volta do limbo em que está metido. Afinal, mesmo se os três pontos vierem, a Lusa seguirá na zona da degola pelo menos até a próxima rodada. Mas o astral será outro.Curiosamente, o Botafogo é o time que a Portuguesa mais enfrentou nesta temporada. E isso também pesa a favor, entendem os lusitanos, que há seis jogos não sabem o que é vencer.Os dois rivais duelaram pela primeira vez no ano pela Copa do Brasil. No Canindé, houve empate (1 a 1). No jogo de volta, deu Botafogo (2 a 1), resultado que eliminou a Lusa da competição, então nas oitavas-de-final.Hoje, para se dar bem em casa, a Lusa terá de superar os desfalques do zagueiro Halisson e do atacante Jonas, suspensos. Ediglê deve entrar na defesa, enquanto Edno deverá ficar com a vaga no ataque ao lado de Washington. A boa notícia é a estréia de Athirson. Em forma, o lateral-esquerdo treinou entre os titulares durante a semana. "Temos de vencer. Conversei com os jogadores e eles entenderam o que pedi", garantiu o técnico Estevam Soares.Sem desmerecer o adversário, último colocado na tabela, o técnico Ney Franco, do Botafogo, sabe que um empate praticamente afastará o Alvinegro da possibilidade de ainda sonhar com o título. Por isso, escalou o Botafogo no ataque. "Cada rodada agora é uma decisão. No nosso caso, uma decisão pelo título", declarou Ney Franco.Segundo ele, o Botafogo já se recuperou do baque causado pela derrota na última rodada. E hoje poderá contar com a volta de Carlos Alberto e Túlio, que cumpriram suspensão contra o Internacional. O zagueiro André Luís, suspenso por expulsão, cede vaga a Edson.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.