Lusa estréia amanhã, de roupa nova, no Morumbi

No retorno à Série A1, Portuguesa aposta em equipe formada por jovens da base e reforços experientes

Giuliander Carpes, O Estadao de S.Paulo

15 de janeiro de 2008 | 00h00

O lançamento dos uniformes da Portuguesa para 2008 foi o pretexto. Mas os cerca de 200 torcedores que pararam um shopping da zona leste da capital para a apresentação das novas camisas tinham mais motivos para comemorar. De volta à elite do Paulista, a Lusa manteve a base que, no ano passado, garantiu também o retorno à Série A do Brasileiro. E ainda contratou jogadores experientes. Christian (ex-Internacional), Patrício (ex-Grêmio) e Zé Maria vestirão o rubroverde na nova temporada."A gente quer mesclar jogadores jovens e experientes para deixar o time equilibrado", disse o presidente Manuel da Lupa. Por enquanto, o dirigente descartou fazer novas contratações. "Durante a competição, se houver deficiência em alguma posição, correremos atrás de mais reforços", afirmou. O técnico Vagner Benazzi comandou ontem o primeiro treino do time depois da pré-temporada em Águas de Lindóia. O atacante Diogo deve manter o lugar no ataque da Lusa. Destaque na última temporada, ele foi o jogador mais procurado pela torcida durante a apresentação dos novos uniformes. Aos gritos de "ão, ão, ão, Diogo é seleção!", entrou na passarela, beijou o distintivo do clube e mostrou a nova camisa titular da Lusa, desenhada com as tradicionais cores verde e vermelha em listras horizontais. A novidade ficou por conta dos detalhes dourados nas mangas, nas costuras laterais e também nos números. "É uma camisa bonita, achei bacana, espero fazer um bom campeonato com ela", disse Diogo. O Paulista e a Copa do Brasil podem ser as últimas competições do jogador com a camisa rubroverde. Embora tenha contrato até o final de 2009, deve ser negociado antes disso. Manuel da Lupa confirma ter recebido sondagens por Diogo, mas nenhuma proposta oficial. O presidente espera o campeonato começar para obter valorização de seu jogador. "O Diogo não sai. A gente sabe que ele vai arrebentar no Paulista", assegura o cartola.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.