Paulo Pinto/AE
Paulo Pinto/AE

Lusa no caminho do líder São Paulo

Time do Morumbi empata por 1 a 1 com o Oeste e aproveita tropeço do Palmeiras para encerrar a 1ª fase na ponta da tabela, mas reclama do regulamento

Bruno Deiro, O Estado de S.Paulo

18 de abril de 2011 | 00h00

O São Paulo nem precisou vencer para terminar o primeiro turno do Paulista na liderança. No empate por 1 a 1 com o Oeste, em Mogi-Mirim, o técnico Paulo César Carpegiani reforçou o time na etapa final para igualar o placar, que não traduziu o domínio do Tricolor. Na saída de campo, Rogério Ceni comemorou o primeiro lugar, mas aproveitou para criticar o regulamento por conta do confronto com a Portuguesa nas quartas de final.

"Vai ser o primeiro clássico da fase final. Em tese, a Portuguesa é o rival mais difícil dos quatro grandes. É sempre complicado jogar contra eles. O regulamento é esdrúxulo, mas vamos fazer o melhor para chegarmos à semifinal", afirmou o goleiro.

Ceni elogiou a entrada de Henrique, autor do gol de empate. "Ele deu mais movimentação, já tinha sido assim contra o Grêmio Prudente. O Willian (titular ontem) fica mais parado na área e o Henrique se movimenta." O atacante de 19 anos marcou seu segundo gol na competição. "Tive pouco tempo, mas consegui aproveitar. Infelizmente, não saímos com a vitória", disse ele.

Se a liderança veio com um empate sem graça, a partida serviu para afastar qualquer dúvida do técnico sobre o substituto de Lucas no duelo de quarta-feira, contra o Goiás, pela Copa do Brasil. Rivaldo e Willian José, que corriam por fora pela vaga, tiveram atuação sem brilho na primeira etapa e deixaram o caminho livre para Ilsinho. O apoiador deu novo fôlego ao time e se garantiu em Goiânia no lugar de Lucas, que cumprirá suspensão.

Fora de casa. O jogo contra o Oeste ocorreu em Mogi-Mirim por causa dos incidentes ocorridos no clássico entre São Paulo e Corinthians, na Arena Barueri. Mesmo assim, o time do Morumbi teve bom apoio de sua torcida e pressionou desde o início.

Quem abriu o placar, porém, foi o Oeste. Aos 39, após boa troca de passes, Reinaldo foi lançado pelo meio da zaga são-paulina e chutou pelo alto, sem chances para Rogério Ceni.

No etapa final, o São Paulo melhorou com Marlos e Ilsinho. Aos 27, Ilsinho e Lucas iniciaram boa jogada e a bola chegou até Henrique, que dentro da área mostrou calma para empatar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.