Lusa vence briga pelo meia Edno

Mas Santos quer negociar com time do Canindé para ficar com o atleta

Sanches Filho e Giuliander Carpes, O Estadao de S.Paulo

29 de abril de 2008 | 00h00

O Santos lutou até o começo da noite da ontem para anunciar a contratação de Edno, mas teve de se render ao contrato de cinco anos que o jogador assinou com a Portuguesa, no dia 10. O meia foi anunciado oficialmente como reforço no site do clube do Canindé. Mesmo assim, os dirigentes santistas ainda acreditam numa reviravolta nas negociações. O plano é oferecer para a Lusa dois ou três jogadores que não estão sendo utilizados por Leão em troca da desistência do contrato.''Até amanhã (hoje) não posso falar nada. Por enquanto está sob sigilo'', disse Edno, por telefone. O meia passou a tarde reunido com o seu procurador, Fernando Garcia, que também é dirigente do Noroeste, de Bauru, e dono de 40% dos direitos federativos. Ele chegou a dizer que não tinha nada assinado com a Lusa e que iria para onde Mário Celso Petraglia, presidente do Conselho Deliberativo do Atlético-PR, que detém os outros 60%, mandasse.Em Santos, o presidente Marcelo Teixeira prometia não ferir a ética. ''O jogador tem um documento assinado com a Portuguesa e vamos negociar, evitando que ocorra um embrulho como em outros casos semelhantes.'' O dirigente também explicou que o acerto com o Atlético sofreu um retrocesso. ''Carlinhos iria para o Atlético em troca do empréstimo por Edno, mas o nosso lateral está sendo negociado com o futebol alemão'', revelou.Segundo uma fonte da Vila Belmiro, Fernando Garcia prefere emprestar o jogador ao Santos a vender a sua parte à Portuguesa. ''O Santos fez a sua parte e agora aguarda respostas.'' Foi essa a informação que o supervisor Ilton José da Costa transmitiu à imprensa, ontem à noite. E, numa prova de que ainda tem uma pequena esperança de contratar Edno, o dirigente encaminhou à Conmebol apenas o pedido de registro do atacante Lima com o número 19, no lugar de Sebastián Pinto.Ainda restam duas vagas. Uma será de Marcelo, em substituição a Adailton, que operou o joelho. E outra está reservada para Edno, no lugar de Alemão ou Denis, que não devem continuar no clube.Irritado, Manuel da Lupa, presidente da Lusa, tratou de acabar com as esperanças santistas.''O Edno deve se apresentar amanhã para fazer exames médicos e será um grande reforço nosso para o Brasileiro'', afirmou. E deu por encerrada a discussão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.