Stefano Grasso/Divulgação
Stefano Grasso/Divulgação

Luso-brasileira é campeã em circuito mundial de hipismo

Luciana Diniz acumula 940 mil euros em prêmios na temporada

O Estado de S. Paulo

15 de novembro de 2015 | 15h11

A luso-brasileira Luciana Diniz fez história ao conquistar neste sábado o Global Champions Tour 2015, principal circuito do hipismo mundial, e que teve o Catar como palco da última etapa, também vencida por Luciana. Natural da cidade de São Paulo e competidora por Portugal, ela conseguiu o feito ao lado do cavalo Fit for Fun, também conhecido como Fit for "Love".

A competidora de 45 anos, que já faturou 940 mil euros na competição em premiação, desbancou o britânico Scott Brash, atual nº 1 do mundo, e o sueco Rolf-Goran Bengtsson no estádio Al Shaqab, em Doha, na briga pela taça. A organização do torneio confirmou que o estádio voltará a receber a última etapa do circuito em 2016.

Diniz falou sobre a conquista após a etapa. "Eu estava com espírito de vitória hoje (sábado) e montar Fit for 'Love' facilita minha vida", destacou a atual nº 12 do ranking mundial, que optou por Fit for Love para a final, em detrimento do seu outro cavalo, Winningmood.  

"A verdade é que se você monta com amor e acredita no que faz, sua vida se torna mais fácil", afirmou. "Agradeço a esse dois meninos que foram verdadeiros cavalheiros (referindo-se a Rolf e Scott) , deixando a dama ser primeira hoje", brincou a campeã do Global Champions Tour 2015, que iniciou sua carreira na Sociedade Hípica Paulista.

Quem também falou após o evento foi o presidente da Longines Global Champions Tour, o holandês Jan Tops, que falou sobre a evolução do campeonato e do esporte. "Há dez anos começamos com seis eventos e em 2015 tivemos 15, agora incluindo Miami e Roma. A qualidade está cada vez melhor, temos uma grande equipe, audiência de televisão e muito sucesso na transmissão online. Ver tudo que conquistamos ao longo dos últimos dez anos é muito gratificante. Ainda não alcançamos o sucesso do tênis, golfe ou Fórmula 1, mas estamos em constante desenvolvimento e nosso esporte tem um grande futuro", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.