Luta com Popó é a chance da vida de Zahir Raheem

Enfrentar o brasileiro Acelino Popó Freitas pelo título vago dos pesos leves, versão Organização Mundial de Boxe, é a chance da vida do norte-americano Zahir Raheem. A luta entre os dois acontecerá sábado, no ringue do Foxwoods Casino, na cidade de Mashantucket, nos Estados Unidos - a RedeTV transmite ao vivo.Aos 28 anos, Z-Man, como é conhecido Zahir Raheem, fez parte da equipe norte-americana na Olimpíada de Atlanta, em 1996. Mas não obteve o mesmo sucesso no amador e no profissional que tiveram seus colegas da época, Antonio Tarver, Fernando Vargas e David Reid. Todos já foram campeões mundiais e o Último ainda conquistou a medalha de ouro olímpica - os outros dois ficaram com o bronze. ?Não vou desperdiçar esta oportunidade?, afirmou Zahir, que não foi campeão olímpico e terá sábado, diante de Popó, a sua primeira - e talvez última - oportunidade de se sagrar campeão do mundo. Será a chance de sair do anonimato, após dez anos de profissionalismo. A sua maior vitória aconteceu em setembro do ano passado, quando derrotou o mexicano Eric Morales, por pontos, e conquistou o cinturão internacional do Conselho Mundial de Boxe. Nesta oportunidade, Zahir, que é solteiro, recebeu a maior bolsa de sua carreira: US$ 200 mil. Zahir, que é da Filadélfia, possui um estilo clássico. Sabe caminhar no ringue, contra-golpeia com precisão, é esperto para sair do ataque adversário, além de possuir uma ótima defesa. Sua falha está na pegada. Apenas 16 de seus 27 adversários foram à lona, proporcionando uma média de 5,3 roundes por luta, mais que o dobro de Popó: 2,6. A única derrota de Zahir foi há dois anos, quando foi superado, por pontos, por Rocky Juarez. ?Estou no melhor momento da minha carreira. Chegou a hora da minha valorização.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.