Luta de Popó pode ser cancelada

Ruy Pontes, ex-empresário de Acelino "Popó" Freitas viajou ontem para os Estados Unidos e quer tentar cancelar a luta do brasileiro contra o cubano Joel Casamayor, campeão do mundo pela Organização Mundial de Boxe, sábado, em Las Vegas. Ruy diz que ainda tem direitos sobre o lutador e deve contar com a ajuda do empresário mexicano Ricardo Maldonado, que agenciava Popó no exterior até o ano passado.Ruy é um dos sócios da Oficina de Idéias, empresa que agenciou a carreira de Popó desde 1997 até o meio do ano passado. Em julho, o lutador rompeu com a empresa, porque recebia apenas 25% das bolsas. O restante ficava com os empresários.A Oficina de Idéias diz que ainda tem direitos sobre o lutador, que tinha assinado contrato até 2004, e entrou na Justiça no Brasil e nos Estados Unidos para tentar impedir Popó de voltar a lutar. Nos dois países, foi derrotada em primeira instância. A ida de Ruy para os Estados Unidos é a desesperada última cartada da empresa.Leia mais no Jornal da Tarde

Agencia Estado,

10 de janeiro de 2002 | 10h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.