Filipe Araujo/Estadão
Filipe Araujo/Estadão

Lutador brasileiro do UFC é preso pela SWAT na Flórida, Estados Unidos

Após crise de ciúmes, Thiago Silva invade academia armado, se tranca em casa e acaba detido

O Estado de S. Paulo

07 de fevereiro de 2014 | 13h07

SÃO PAULO - O meio-pesado Thiago Silva, que tem luta marcada para 15 de março pelo UFC, foi preso em Fort Lauderdale, na Flórida, EUA, após invadir a academia de seu professor de jiu-jitsu, a Pablo Popovitch Mixed Martial Arts, e ameaçar pessoas com uma arma de fogo. O lutador desconfiou de um possível envolvimento de sua esposa, Thaíssa Silva, com Popovitch e foi tirar satisfações com o faixa-preta e professor de ambos. Popovitch também treina Thaysa Silva.

Thiago Silva, que como profissional tem um cartel de 16 vitórias, três derrotas e duas lutas sem resultados, negou que tenha apontado a arma para sua esposa, mas disse: "ela quer minha casa e quer o meu dinheiro". A gravação foi divulgada pelo canal norte-americano NBC. A versão oficial é que, por volta das 19h45m (horário da Flórida), Thiago teria ido à academia de Pablo, que também é brasileiro, armado de um revólver, e, após ameaçar pessoas no local, a polícia teria sido chamada.

O lutador do UFC abandonou a academia e se dirigiu até sua casa. Após três horas de negociações, e com sua residência cercada pela SWAT (Special Weapons And Tactics), ele se entregou.

O Ultimate publicou nota em seu site oficial: "esta noite nós tomamos ciência de uma situação envolvendo Thiago Silva. Estamos colhendo os fatos e não temos mais comentários neste momento". O brasileiro é acusado por duas tentativas de homicídio, agressão com arma de fogo e por resistir à prisão.

SUSPENSÃO

Após três meses de suspensão por ter sido flagrado no exame antidoping, por uso de maconha, o brasileiro tem compromisso marcado contra Ovince St. Preux no UFC 171, dia 15 de março, em Dallas, EUA. Em seus últimos combates, Thiago Silva venceu o também brasileiro Rafael Feijão, em junho do ano passado, e Matt Hammil, em outubro.

FICHA CRIMINAL CONTRA THIAGO

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
UFCThiago SilvaMMA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.