Wilton Junior/AE
Wilton Junior/AE

Lutador que trabalha no Bope vence, para delírio da torcida carioca

Paulo Thiago fez o público ficar de pé ao entrar no octógono ao som da trilha sonora de 'Tropa de Elite'

Bruno Lousada e Paulo Favero, estadão.com.br

27 de agosto de 2011 | 21h02

Em um das lutas mais aguardadas do card preliminar do UFC Rio, Paulo Thiago fez o público ficar de pé ao entrar no octógono ao som da trilha sonora do filme Tropa de Elite. A massa gritava "Tropa de elite osso duro de roer, pega um, pega geral, também vai pegar você". O barulho era ensudercedor.

Aos grito de "caveira", símbolo do Bope, onde Paulo Thiago trabalha, a luta começou contra o norte-americano David Mitchell, pelo peso meio-médio. A cada soco de Paulo Thiago, a galera urrava "pede pra sair" e "Brasil". A pressão nesta quinta luta da noite era grande até porque era a primeira de um brasileiro contra um estrangeiro.

Paulo Thiago deu golpes duros e derrubou seu oponente algumas vezes. Mas Mitchell não parecia disposto a entregar a luta com facilidade. Mesmo sangrando um pouco, aguentou os dois primeiro rounds, mesmo perdendo ambos.

No início do terceiro, a torcida começou a fazer uma "ola" na arena e bater os pés no chão. A energia da massa passou para Paulo Thiago, que foi para cima e acertou duros golpes. Mas o brasileiro foi cansando e da metade do round em diante diminuiu o ritmo e até tomou alguns socos. Nos último segundos poderia ter finalizado o adversário, mas acabou o tempo, para sorte do californiano.

Ao final, Paulo Thiago ficou com a vitória por decisão unânime dos juízes. "Estava numa situação difícil, vindo de derrota, enfrentei um adversário muito duro, mas venci e vamos para a próxima. Agora posso lutar contra qualquer um", afirmou o brasiliense.

Bastidores

Várias personalidades marcam presença na arena HSBC na Barra da Tijuca. Pisaram no tapete vermelho a presidente do Flamengo, Patrícia Amorim, o presidente do Vasco, Roberto Dinamite, a apresentadora Fernanda Lima, o lutador Royce Gracie e o ator Marcelo Serrado. "Há muito acompanho o UFC. A luta do Anderson Silva vai ser show de bola. Quero que o evento ocorra mais vezes aqui", disse Serrado . A presidente do Flamengo ficou impressionada com a movimentação das pessoas pra assistir ao UFC e disse que o clube rubro-negro estuda contratar o lutador José Aldo no ano que vem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.