Filipe Araújo/Estadão - 08/10/2013
Filipe Araújo/Estadão - 08/10/2013

Lutador Thiago Silva aparece algemado após ameaçar sua mulher

Brasileiro compareceu a uma audiência no estado da Flórida na última sexta-feira

O Estado de S. Paulo

24 de fevereiro de 2014 | 20h18

SÃO PAULO -  O brasileiro Thiago Silva, ex-lutador da categoria meio-pesado do UFC, compareceu algemado a uma audiência em Miami após ameaçar sua mulher com uma arma de fogo no começo do mês. Na ocasião, seria definida a fiança para as três acusações, mas a juíza Lynn Rosenthal optou por transferir o caso para a vara doméstica.

Dessa forma, Thiago Silva continua preso. A audiência realizada na última sexta-feira foi marcada pela grande presença de brasileiros na corte. O fato foi ressaltado pelo técnico do lutador, Glenn Robinson.

"Eles o julgam pelas tatuagens e pelo tamanho. Quando você vê 75 pessoas aparecerem para apoiar um homem que é mau?", disse o treinador em entrevista ao site do canal norte-americano CBS Miami.

Thiago responderá a três acusações após os incidentes do último dia 6: tentativa de agressão com risco de morte, resistência com arma de fogo e resistência e obstrução da justiça sem uso de violência. No dia seguinte ao fato, o lutador acabou demitido do UFC. Thiago tinha uma luta marcada para 15 de março, em Dallas, contra Ovince St. Preux, no UFC 171.

Tudo o que sabemos sobre:
UFCThiago SilvalutadorMMA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.