Bruna Toni/Estadão
Bruna Toni/Estadão

Lutadores fazem treino aberto ao público para o UFC Londres

Para se proteger do frio de 2ºC, Renan Barão e outros atletas treinaram em academia na capital britânica

Bruna Toni, enviada especial, O Estado de S. Paulo

13 de fevereiro de 2013 | 14h50

LONDRES - Nada de aquecimento ao ar livre, sob a luz do sol. Diferente de São Paulo, os treinos abertos do UFC Londres, que ocorreram na manhã desta quarta-feira, foram feitos dentro de uma academia de MMA - a maior da Europa -, na zona norte da capital inglesa. Protegidos do frio de 2° C, alguns dos participantes do evento deram o ar da graça, treinando chutes e socos em cima de um tatame montado apenas para receber os lutadores.

Renan Barão foi o último a se apresentar. Estrela da luta principal do próximo sábado, na Arena Wembley, o brasileiro chegou protegido: calça e blusa de moletom e meia. Mesmo assim, as baixas temperaturas continuam incomodando o potiguar. “Que frio do caramba”, disse, assim que pisou no tatame.

Seu adversário, Michael McDonald, também participou dos treinos abertos. Mais acostumado com o frio, o norte-americano apareceu de shorts e camiseta. Com um cartel muito inferior ao de Barão, inclusive pela sua pouca idade, o jovem de 22 anos fez questão de parar para assistir ao vídeo da luta de Barão contra Urijah Faber, logo depois do seu treino.

Além dos dois protagonistas do UFC Londres, Jimi Manuwa, Matt Riddle, Che Mills, Cyrille Diabate e Cub Swanson também marcaram presença nos treinos desta quarta. Cub, inclusive, inovou ao “bater uma bolinha” com seu treinador antes de vestir as luvas.

Tudo o que sabemos sobre:
UFCRenan BarãoLondres

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.