Luxemburgo busca vitória, agora no Tribunal

Em paz com o Palmeiras no campo, técnico tenta se livrar de punição: pena de 30 a 360 dias

, O Estadao de S.Paulo

16 de março de 2009 | 00h00

Se o time do Palmeiras ganhou uma boa dose de tranquilidade após a vitória por 3 a 0 sobre o Barueri, sábado à tarde, no Palestra Itália, o técnico Vanderlei Luxemburgo, ao contrário, viverá momentos de tensão, hoje. Às 18 horas, ele será julgado pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) da Federação Paulista de Futebol, com pena que varia de 30 a 360 dias de suspensão. Motivo: a discussão que teve com o árbitro Cléber Wellington Abade após o empate por 1 a 1 com o Corinthians, em Presidente Prudente, no dia 8. "Você foi tendencioso. Vai dormir com a consciência pesada", disse o técnico na ocasião.Luxemburgo foi em direção a Abade, assim que terminou o duelo, para reclamar de suposta falta de Alessandro em Armero nos acréscimos. Na sequência, veio o escanteio, que possibilitou o gol de Ronaldo. O videoteipe mostrou que não houve falta. Mesmo assim, Luxemburgo reclamou bastante e também criticou a postura do presidente da comissão de arbitragem, o coronel Marcos Marinho. O Palmeiras volta a jogar pelo amanhã, no Palestra Itália, em jogo adiado da quinta rodada. Uma vitória vai colocar a equipe de Palestra Itália seis pontos à frente do Corinthians, segundo colocado, e vai garantir praticamente uma das quatro vagas às semifinais, com cinco rodadas de antecedência. Só o lugar garantido na semifinal não satisfaz Luxemburgo, que sempre lembra os jogadores da importância do primeiro lugar para poder decidir com vantagem nas finais.Para esta partida, Luxemburgo já avisou que Marcos e Edmilson seguem fora da equipe. Os dois continuam fazendo tratamento. O goleiro, que está machucado há duas semanas, e o zagueiro, uma semana fora, sofreram lesões musculares. "Não vamos criar expectativa para a volta deles." O QUE ELE DISSEVanderlei Luxemburgotécnico do Palmeiras"Você foi tendencioso, vai dormir com a consciência pesada"disse ao árbitro, logo após o apito final em Presidente Prudente, no 1 a 1 com o Corinthians"Não vamos criar expectativas para a volta de Marcos (goleiro) e Edmilson (zagueiro)."Sobre o jogo de amanhã, adiado da quinta rodada, diante do Noroeste, no Palestra Itália

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.