Luxemburgo chega para restaurar a confiança

Mas o técnico encontrará um Santos bem diferente daquele que deixou em 2007

, O Estadao de S.Paulo

19 de julho de 2009 | 00h00

Serginho Chulapa deixa, após o clássico desta tarde, o cargo de técnico interino, já que Vanderlei Luxemburgo, contratado na noite de sexta-feira, será apresentado amanhã e já começa a trabalhar com o elenco.A opção por Luxemburgo demonstra a preocupação da diretoria de evitar que se repita o sofrimento de 2008, quando o time lutou até a rodada final do Brasileiro para não ser rebaixado para a Série B. O principal trabalho de Luxemburgo será recuperar a confiança dos jogadores, abalados pelos maus resultados e pelas manifestações dos torcedores. Do ídolo do ano passado, Kléber Pereira, ao garoto Neymar, todos foram alvos de ofensas e ovadas no desembarque da delegação após a goleada por 6 a 2 sofrida diante do Vitória, no último domingo, e antes do chegada do time à Vila Belmiro para enfrentar o Barueri, na quarta-feira, quando empatou por 3 a 3. Mas o Santos que Luxemburgo vai encontrar agora está bem diferente do que assumiu, em 2006, após ter sido demitido pelo Real Madrid. Com o dinheiro da venda de Robinho, naquela oportunidade foi possível contratar jogadores caros e pagar salários milionários, como os R$ 500 mil para o meio-campista Zé Roberto. O Santos ensaia uma grande reformulação no seu futebol - comandada por Luxemburgo -, com o objetivo de baixar os custos. "Vamos reduzir salários em todos os níveis profissionais", garantiu o presidente Marcelo Teixeira.MOLINA NA COREIAMolina foi contratado pelo Seongnam Ilhwa, da Coreia do Sul, e ontem pela manhã se despediu dos companheiros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.