Machucado, Diego Hypólito abandona

Principal favorito à medalha de ouro, o ginasta brasileiro Diego Hypólito sofreu uma grave contusão no tornozelo direito e foi obrigado a desistir de competir nas eliminatórias da prova de solo, nesta sexta-feira, na etapa de São Paulo da Copa do Mundo de Ginástica Artística. Diego - que vinha fazendo tratamento intensivo já há quase duas semanas - chegou a entrar no tablado do Ginásio do Ibirapuera e iniciar a série. Com o tornozelo enfaixado, ele foi mancando até a área de competição e chegou a iniciar a acrobacia, mas no primeiro movimento, percebeu que não daria. Sentou-se no chão e em seguida foi levado para o banco pelo pessoal da comissão técnica da seleção brasileira.Chorando, Diego contou que tomou injeções hoje pela manhã para poder competir. ?Foi um antiinflamatório muito forte, mas não deu. Eu peço desculpas à torcida brasileira. Queria muito ter competido, queria muito tentar essa medalha para o Brasil, mas infelizmente não deu desta vez?, disse ele.?Eu estou machucado já faz duas semanas. Eu não queria ter feito o que fiz. Quando vi que meu pé estava assim, nem deveria ter entrado para competir?, afirmou. O ginasta contou que torceu o pé ainda na área de treinamento e sequer conseguiu aquecer. Segundo ele, o desempenho hoje nada teve a ver com os problemas de sua irmã Danielle Hypólito, que brigou com o técnico Oleg Stapenko e abandonou a seleção.?A minha irmã não tem nada a ver com isso. O problema é meu pé?, finalizou. Diego tentava em São Paulo a sua sexta medalha de ouro nos exercícios de solo. Além do solo, ele deveria competir também na prova de salto sobre o cavalo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.