Jonne Roriz/COB
Jonne Roriz/COB

Magno Nazaret conquista prata no contrarrelógio no ciclismo do Pan

Brasileiro completou a prova com o tempo de 46min17s44, pouco mais de 1min54 atrás do colombiano Daniel Martinez Poveda

Redação, Estadão Conteúdo

07 de agosto de 2019 | 18h12

O Brasil conquistou a medalha de prata na prova do contrarrelógio no ciclismo estrada dos Jogos Pan-Americanos, nesta quarta-feira, em Lima. Magno Nazaret completou a prova com o tempo de 46min17s44, pouco mais de 1min54 atrás do colombiano Daniel Martinez Poveda, primeiro colocado. O chileno José Rodriguez Aguilar completou o pódio.

Sul-mato-grossense de Dourados, Magno, de 33 anos, comemorou muito o resultado. "É uma sensação muito boa, sensação de dever cumprido e satisfação imensa de representar o Brasil. Estou muito feliz de conseguir essa prata na minha estreia em Jogos Pan-americanos", disse o atleta, que esteve nos Jogos Olímpicos de Londres 2012, mas ficou fora do Pan de 2015 e dos Jogos do Rio de Janeiro.

Os fortes ventos exigiram muita concentração dos atletas, que tiveram o desempenho prejudicado no Circuito San Miguel. "A prova do contrarrelógio individual sempre é uma prova dura porque o atleta tem que largar forte e terminar mais forte ainda. Nos momentos de descida não pode relaxar, tem que fazer as curvas com bastante cautela para não perder tempo. É difícil manter a concentração com o coração com 200 batidas por minuto. É uma prova que exige muito da concentração do atleta, mas é minha especialidade, eu gosto muito dessa prova", disse Magno.

A prata de Magno Nazaret foi a quarta medalha conquistada pelo ciclismo brasileiro no Pan. Até agora o País garantiu pódio em todas as modalidades. No MTB, Henrique Avancini ficou com a prata e Jaqueline Mourão, o bronze; na pista, a equipe masculina ficou com o bronze na prova de velocidade. O outro brasileiro da prova deste, Rodrigo do Nascimento, terminou na 13ª colocação, entre os 20 concorrentes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.