ANTON VAGANOV /REUTERS
ANTON VAGANOV /REUTERS

Magnus Carlsen renuncia a título e anuncia que não disputará Mundial de Xadrez

Enxadrista de 31 anos confirma desistência em episódio de estreia de seu podcast, mas nega que está se aposentando do esporte

Redação, O Estado de S.Paulo

20 de julho de 2022 | 16h54

Campeão mundial de xadrez desde 2013, o mestre norueguês Magnus Carlsen anunciou na última terça-feira, 19, que abriu mão de defender seu título contra o russo Ian Nepomniachtchi, em partida que estava marcada para acontecer no próximo ano, no Mundial da modalidade. Carlsen anunciou a decisão no primeiro episódio de seu podcast, intitulado “The Magnus Effect”.

O enxadrista de 31 anos afirmou não estar mais motivado para seguir disputando partidas e que considera não ter mais nada importante para conquistar na carreira. 

“Não estou motivado com a ideia de disputar outra partida. Penso que não tenho outra coisa importante para ganhar e não gosto disso. Agora estou seguro de que uma partida seria interessante por razões históricas. Por outro lado, não tenho nenhum desejo de jogar e jogar pelo simples dever de fazer isso. No mais, tenho a impressão de que este é o momento para abrir mão de jogar as partidas do Mundial”, disse.

Apesar de ter desistido de defender seu título, Carlsen descartou completamente a possibilidade de estar se aposentando do esporte. “Não descarto voltar no futuro. Para que não façam outras interpretações, não estou me aposentando do xadrez. Seguirei como um jogador ativo”, concluiu.

Com a desistência de Magnus Carlsen, o título mundial será disputado entre Ian Nepomniachtchi e o chinês Ding Liren, segundo colocado no ranking do Torneio dos Candidatos.

Tudo o que sabemos sobre:
xadrezMagnus Carlsen

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.