Alberto Estevez/EFE
Alberto Estevez/EFE

Mahau Suguimati avança às semifinais dos 400m com barreiras

Brasileiro faz 50s00 e fica na sexta colocação da quinta eliminatória, semifinais acontecem nesta terça

AE, Agência Estado

12 de agosto de 2013 | 09h01

MOSCOU - O brasileiro Mahau Suguimati se classificou nesta segunda-feira para as semifinais dos 400 metros com barreiras no Mundial de Atletismo, que está sendo realizado em Moscou. Ele marcou 50s00 e ficou apenas na sexta colocação na quinta eliminatória, mas o tempo foi suficiente para ele se garantir entre os 24 semifinalistas. "Consegui a classificação, que é o mais importante", disse "Mas na semifinal vou ter que correr bem mais para continuar no Campeonato", explicou.

O tempo do brasileiro foi apenas o 22º melhor das eliminatórias, lideradas pelo norte-americano Michael Tinsley, que marcou 49s07. As semifinais dos 400 metros com barreiras vão ser disputadas nesta terça-feira, a partir das 12h40 (horário de Brasília).

"Achava que se corresse pouco abaixo dos 50 segundos dava para classificar. Então decidi que iria à frente à altura da barreira número 8, mas aí bati a perna na barreira e tive que fazer um esforço muito grande para conseguir uma vaga na próxima fase", explicou Mahau Suguimati.

Outro brasileiro que competiu nesta segunda-feira em Moscou, Ronald Julião foi eliminado na disputa do lançamento de disco. Ele queimou a sua primeira tentativa e alcançou apenas 59,36 e 57,76 metros no lançamentos seguintes. Assim, terminou na 12ª colocação no Grupo B e em 22º lugar entre os 30 atletas que competiram nas eliminatórias.

Para se classificar à final, era preciso que Julião alcançasse a marca de 65,00m ou ao menos ficasse entre os 12 melhores na classificação geral. O alemão Robert Harting, com 66,62m foi o melhor das eliminatórias. A final está marcada para as 12 horas desta terça-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.