Maicon curte a boa fase e o momento de intocável

Maicon chegou ao São Paulo neste ano após boa passagem pelo Figueirense e, em tese, seria uma opção para compor o elenco durante a temporada. Nove meses depois, o camisa 18 conquistou seu espaço definitivamente na equipe e se transformou em um dos homens de confiança de Ney Franco. Seja como meia ou segundo volante, ele é nome certo entre os titulares e não perdeu espaço nem com a recuperação física de Wellington, xodó da torcida e dono da vaga até se machucar, em fevereiro.

O Estado de S.Paulo

20 de setembro de 2012 | 03h08

Os números comprovam sua importância para a equipe. Maicon é o quinto atleta com mais jogos na temporada (47) e já marcou cinco gols no Tricolor.

Ganhar o posto não foi tarefa fácil. Primeiro, precisou superar Cícero, um dos jogadores mais versáteis do elenco. Quando não atua como terceiro homem de meio-campo, forma a dupla de volantes ao lado de Denilson.

Para ele, saber se adaptar às necessidades foi uma das principais características que o fizeram virar queridinho do treinador. "Concorrência sempre vai existir, mas espero seguir bem para me manter na equipe. Estou feliz", afirmou. / F.F.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.