Maikon Leite faz nova cirurgia no joelho e só volta em 2010

O drama de Maikon Leite não tem fim. O atacante foi operado outra vez do joelho direito, ontem cedo, no Hospital São Luiz, para refazer o ligamento cruzado anterior, e o ano acabou para ele. Na terça-feira, o médico Carlos Braga anunciou que a contusão que o atleta sofreu contra o Atlético-MG, domingo, na Vila Belmiro, era menos grave do que parecia inicialmente. Garantiu que não havia necessidade de cirurgia e Maikon seria mandado à tarde à clínica do ortopedista Joaquim Grava, na capital, "por uma questão de ética", pois foi ele quem o operou. Ontem, Braga voltou à sala de entrevistas do CT Rei Pelé, e fez uma longa explanação. "O Joaquim Grava fez uma artroscopia diagnóstica e foi constatado que o ligamento cruzado anterior apresentava sequela da grave lesão que sofreu em agosto do ano passado."Sua explicação foi que, como o joelho do atleta tem inúmeros parafusos, implantados na primeira cirurgia, o resultado da ressonância eletromagnética feita na segunda-feira não foi preciso. "Apareceu um borrão e não foi possível ver o problema no ligamento anterior", disse o médico. Pela explicação de Braga, houve falha médica quando o jogador foi liberado, com comemoração, "pela recuperação em tempo recorde", em março. "Graças a Deus houve esse problema e, em razão dele, foi possível descobrirmos que havia o risco do Maikon sofrer rompimento dos ligamentos do joelho."Fábio Costa foi suspenso por dois jogos ontem à noite pelo STJD por causa da forte entrada sobre o lateral Gustavo Nery, do Santo André.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.