Mais cinco recordes são quebrados no Mundial de natação

Sobe para 28 o número de recordes quebrados apenas neste ano; 26 foram conquistados com o maiô LZR Racer

Agência Estado

11 de abril de 2008 | 17h25

O croata Duje Draganja quebrou o recorde mundial dos 50 metros livre em piscina curta, nesta sexta-feira, ao marcar 20s81, durante o Mundial realizado em Manchester. Ele conquistou a medalha de ouro na prova. Veja também: Técnico dos EUA defende maiô e prevê mais recordes Nadadores italianos reclamam de macacão LZR Racer Entenda como funciona o macacão LZR Racer Vote: o macacão deve ser considerado como doping?Este é o 26.º recorde mundial, de 28, obtido em 2008 e o quinto obtido apenas nesta sexta-feira. O recorde anterior era de 20s93 e havia sido obtido pelo sueco Stefan Nystrand em 2007. O britânico Mark Foster ficou com a medalha de prata, com o tempo de 21s31. O sul-africano Gerhard Zandberg conquistou a medalha de bronze, com 21s33. Como a nadador usava o maiô LZR Racer, da Speedo, sobe para 24 o número de marcas quebradas por competidores com o traje.Nos Jogos Olímpicos de Atenas, Duje Draganja conseguiu a medalha de prata nos 50 metros livre. Ele se envolveu em polêmica em 2005, quando recebeu proposta financeira para se naturalizar e nadar pela bandeira do Catar. O atleta, no entanto, acabou não aceitando o convite.Outro recorde quebrado foi nos 200 m costas. A nadadora Kirsty Coventry, do Zimbábue, estabeleceu um novo recorde mundial. Ela conquistou a medalha de ouro no Mundial, com 2min00s91, arrasando a antiga marca, de 2min03s24, pertencente à japonesa Reiko Nakamura desde 28 de fevereiro deste ano.Com a vitória na prova, Coventry firma-se como principal destaque do Mundial, com a terceira medalha de ouro em três dias de competição. Na quarta-feira, ela já havia conquistado os 400 metros medley - com direito a outro recorde mundial; na quinta, fez a melhor marca da história do campeonato e subiu no topo do pódio nos 100 metros costas. O recorde de Coventry é o 24.º quebrado na temporada, na natação. Já o 25.º recorde do ano foi conquistado pela australiana Felicity Galvez. Ela conquistou a medalha de ouro nos 50 metros borboleta com o tempo de 25s32.A marca supera em 0s01 o melhor tempo para a prova até então, obtido pela sueca Anna-Karin Kammerling, em 12 de março de 2005, em Gotemburgo. As holandesas Hinkelien Schreuder e Inge Dekker completaram o pódio da prova desta quinta, em Manchester.Para bater o recorde, Galvez usou o polêmico maiô LZR Racer, da Speedo. MAIS DOISA sexta-feira da etapa do Mundial de natação em piscina curta reservou mais uma quebra de recorde mundial. O norte-americano Ryan Lochte, com o maiô polêmico da Speedo, venceu os 200 m medley com o tempo de 1min51s56, batendo o recorde anterior - 1min52s99, de Laszlo Cseh-, em quase um segundo.Este foi o segundo ouro do nadador norte-americano neste mundial, já que havia ganhado a prova dos 400 m medley.Já a equipe norte-americana dos 400 medley, com o maiô da Speedo, bateu o recorde mundial com o tempo de 3min51s36. A marca anterior, da equipe australiana, era de 3min51s84, conquistado no Mundial de Shangai, em 2006.Modificado às 17h52 para acréscimo de informação

Tudo o que sabemos sobre:
nataçãomaiô LZR RacerSpeedo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.