Mais de 30 ciclistas estão sob suspeita de doping

Após testes, União Ciclista Internacional diz que competidores utilizaram substâncias para melhorar o ritmo

EFE,

25 de janeiro de 2009 | 15h33

Mais de 30 ciclistas estão sob suspeita de doping tendo em conta os testes feitos pela União Ciclista Internacional (UCI) para o chamado "passaporte biológico", segundo um especialista. A estimativa foi feita por Robin Parisotto, encarregado da UCI para análise dos testes, à rede de televisão pública alemã "ARD". Em 2000, Parisotto desenvolveu a primeira amostra de sangue para detectar a substância eritropoetina (EPO), muito usada pelos ciclistas para obter vantagem nas competições.

Tudo o que sabemos sobre:
Ciclismodoping

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.