Mais de mil vão ao treino do time mineiro

O clima de decisão da partida contra o Corinthians, amanhã, no Pacaembu, pelo Campeonato Brasileiro, contaminou o treino do Cruzeiro ontem. A estratégia do técnico Cuca de estimular o grupo celeste foi correspondida pela torcida. Cerca de 1.300 cruzeirenses acompanharam o coletivo aberto realizado na Toca da Raposa I, antigo centro de treinamento do clube mineiro, na região da Pampulha, zona norte de Belo Horizonte. Aproximadamente outros 800 torcedores ficaram de fora.

Eduardo Kattah CORRESPONDENTE BELO HORIZONTE, O Estado de S.Paulo

12 de novembro de 2010 | 00h00

Cuca solicitou à diretoria a abertura da Toca I alegando que, em razão do fechamento do Mineirão e do Estádio Independência para reformas, a torcida do Cruzeiro na capital mineira estava fazendo falta ao time.

Nas arquibancadas do CT, os cruzeirenses demonstraram confiança na conquista do bicampeonato nacional e lançaram um grito de ordem: "Ah, eu acredito!" Ex-atletas celestes também marcaram presença no coletivo de ontem.

"É importante para o jogador do Cruzeiro ver a dimensão que é conquistar esse título de 2010", comentou o goleiro Fábio. "Se a gente conseguir o troféu, a cidade vai virar um mar azul. Espero que seja dessa forma", acrescentou.

No treino coletivo, Cuca praticamente definiu o Cruzeiro que entra em campo contra o Corinthians, a partir das 19h30, com Gilberto na lateral-esquerda e a dupla de zaga formada por Gil e Leo. No ataque, Wellington Paulista participou da atividade e atuará ao lado de Thiago Ribeiro, apesar da falta de ritmo pela longa inatividade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.