Mais de um ano depois, o ídolo chinês Liu Xiang voltas às pistas, em Xangai

Depois de mais de um ano, o atleta chinês Liu Xiang finalmente vai regressar às pistas no fim de semana. Ídolo nacional, o ex-recordista mundial dos 110 metros com barreiras tem sido visto como a esperança de melhorar a venda de ingressos para o Golden Grand Prix de Xangai, especialmente após a confirmação de que o velocista jamaicano Usain Bolt não participará da competição. "Não acho que Liu se veja obrigado a correr porque Bolt estará ausente", declarou o treinador Sun Haiping, ao ser questionado sobre o risco de o público perder o interesse no evento pela carência de grandes ídolos do atletismo.

XANGAI, O Estadao de S.Paulo

15 de setembro de 2009 | 00h00

O fato é que a volta de Liu Xiang às competições foi anunciada pelos organizadores do Grand Prix chinês exatas 24 horas depois de Bolt, o fenômeno dos 100 m e dos 200 m, ter declinado de viajar para Xangai por alegar esgotamento físico. "O anúncio (sobre a volta de Liu) não tem nada a ver com uma tentativa de salvar as bilheterias", insistiu Sun Haiping, em entrevista ao jornal local China Youth Daily. "Liu está completamente recuperado e pronto para essa competição."

De qualquer forma, a presença de Liu Xiang, natural de Xangai, certamente terá forte impacto na venda dos 56 mil ingressos destinados ao evento, que terá lugar no Estádio Olímpico de Xangai no próximo domingo.

Será a primeira competição do atleta desde o fiasco dos Jogos de Pequim, no ano passado, quando Liu Xiang teve de desistir, diante de um atônito Ninho de Pássaros completamente lotado, de buscar seu segundo ouro olímpico por causa de uma lesão no calcanhar de Aquiles. Ele já havia vencido em Atenas-2004 e fora campeão também no Mundial de Osaka, em 2007.

Desde então, a vida de Liu Xiang esteve voltada para sua recuperação. Em busca de solucionar o problema, o atleta procurou ajuda nos Estados Unidos, passou por cirurgia em dezembro e voltou aos treinamentos em julho. Agora, chegou o momento de recuperar o prestígio diante de um público habituado a vê-lo vencer. A organização do evento agradece.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.