Arnd Wiegmann / Reuters
Arnd Wiegmann / Reuters

AO VIVO

Confira tudo sobre a Copa do Mundo da Rússia 24 horas por dia

Mais três atletas do bobsled da Rússia são punidos por doping em Sochi-2014

Trio havia ficado com a medalha de bronze depois que medalhistas de ouro foram desclassificados pelo mesmo motivo

Estadão Conteúdo

29 Novembro 2017 | 11h58

Mais três atletas do bobsled da Rússia foi punidos por doping nesta quarta-feira. Numa série de sanções anunciadas nos últimos dias, o Comitê Olímpico Internacional (COI) informou que Aleksandr Kasyanov, Aleksei Pushkarev e Ilvir Khuzin estão banidos do esporte por conta de amostras positivas coletadas nos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi, em 2014.

+ Anotações sobre doping em diário podem aumentar punição para Rússia

+ Fifa diz que não existe doping generalizado no futebol da Rússia

O COI não informou quais foram as substâncias detectadas nos testes reanalisados recentemente. "Os motivos destas decisões serão comunicados no futuro", afirmou a entidade, em comunicado. O mesmo aconteceu com as punições anunciadas nas últimas duas semanas, em meio as investigações realizadas pela Oswald Commission, que apura casos de doping em Sochi-2014.

Kasyanov, Pushkarev e Khuzin haviam obtido o quarto lugar na prova de quatro integrantes no bobsled. Mas acabaram herdando a medalha de bronze porque os vencedores, compatriotas, também foram punidos por doping e tiveram a honraria cassada. Agora o bronze pode cair no colo da equipe da Grã-Bretanha.

Há dois dias, o COI há havia punido outros dois atletas russos da mesma modalidade: Aleksei Negodailo e Dimitri Trunenkov. No mesmo anúncio, a entidade cassou a prata de Olga Vilukhina no biatlo, que teve também Yana Romanova punida. Sergei Chudino foi sancionado no skeleton.

Na sexta-feira passada, as punições recaíram sobre Alexander Zubkov, o campeão do bobsled de quatro integrantes, sobre Olga Fatkulina (prata no esqui), Olga Stulneva e Alexander Rumyantsev. Ainda na semana passada, foram punidos Alexander Tretyakov, Elena Nikitina, Maria Orlova e Olga Potylitsyna.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.