Pascal Rossignot/Reuters - 20/3/2012
Pascal Rossignot/Reuters - 20/3/2012

Manaudou se classifica para Olimpíada de Londres após competição

Depois de ficar afastada, a nadadora teve um filho e ganhou a sua primeira medalha de ouro

AE, Agência Estado

20 de março de 2012 | 16h17

DUNQUERQUE, FRANÇA - A campeã olímpica Laure Manaudou se classificou nesta terça-feira para os Jogos de Londres após vencer a final da prova dos 100 metros costas no Campeonato Francês de Natação. Manaudou, que deixou a sua aposentadoria no ano passado, triunfou na prova com o tempo de 1min00s16, com folga confortável para o índice A da França, que é de 1min00s82.

Manaudou se aposentou em setembro de 2009, quando tinha apenas 22 anos, depois de ter desempenho decepcionante na Olimpíada de Pequim, em 2008. Na China, ela terminou em último lugar na final dos 400 metros livre, em sétimo nos 100 metros livre e foi eliminada nas eliminatórias dos 200 metros costas.

No período em que ficou afastada das piscinas, ela teve um filho com o também nadador Frederick Bousquet. A sua medalha de ouro na prova dos 400 metros livre na Olimpíada de Atenas, em 2004, foi a primeira da natação francesa em 52 anos.

Apesar da classificação para a Olimpíada de Londres, Manaudou perdeu dois recordes nacionais nesta terça-feira. Camille Muffat se classificou para os Jogos ao vencer os 200 e 400 metros livre. Nos 400, ela marcou 4min01s13, superando a marca de Manaudou em um segundo. Já nos 200, ela venceu com 1min55s40, sendo 8 centésimos mais rápida do que o recorde anterior.

Yannick Agnel se classificou para a Olimpíada, quebrou o recorde francês e registrou o melhor tempo da temporada nos 200 metros livre, com a marca de 1min44s42. Na prova, Amaury Leveaux também se garantiu em Londres. Já o campeão mundial Jeremy Stravius não conseguiu se classificar para os Jogos nos 100 metros costas ao ficar em terceiro na final, atrás de Camille Lacourt e Benjamin Stasiulis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.