Manchester City vence Bolton e já perturba os favoritos

Time de Tevez e Agüero tenta se manter entre os primeiros desde o início, na luta com United e Chelsea pelo título

, O Estado de S.Paulo

22 de agosto de 2011 | 00h00

LONDRES

O Manchester City vem provando a cada rodada, neste início de Campeonato Inglês, que vai incomodar o duelo particular entre Manchester United e Chelsea pelo título. Depois de golear o Swansea na estreia, o time de Carlitos Tevez venceu o Bolton, por 3 a 2, fora de casa, ontem. O Manchester City é um dos líderes do torneio, com 6 pontos, ao lado do Wolverhampton, que fez 2 a n0 Fulham.

Hoje, o Manchester United fecha a segunda rodada no Old Trafford contra o Tottenham. O United vem de vitória na estreia.

Ontem, o jogo em Bolton marcou a estreia de Tevez no Campeonato Inglês, apesar de o atacante ter manifestado publicamente seu desejo de sair do Manchester City (a Internazionale já mostrou interesse em sua contratação). O artilheiro do último torneio com 23 gols entrou aos 23 minutos da etapa final, substituindo seu compatriota Agüero, que teve atuação regular.

A substituição frustrou parte da torcida que gostaria de ver os dois atacantes argentinos juntos. Tevez mostrou a garra habitual, dividindo todas, e deu boas assistências em dois lances.

Apesar do triunfo, o técnico Roberto Mancini ficou inconformado com o desempenho da defesa. "Não podemos dar dois gols como hoje (ontem). Queremos fazer 15 a mais que na temporada passada, mas não temos de manter a média de gols sofridos", disse.

Apostando na mobilidade dos jogadores de frente, que não tinham posição fixa, o City dominou o jogo com grande atuação do meia espanhol David Silva e do volante marfinense Yayá Touré. O primeiro gol foi marcado aos 26 minutos, em belo chute de David Silva de fora da área. Doze minutos depois, o meia Barry ampliou também concluindo de fora da área.

Apesar do gol de Klasnic no minuto seguinte, diminuindo a vantagem, o City continuou mais organizado, articulando as jogadas pelas laterais.

O terceiro gol foi marcado no início do segundo tempo em jogada individual do atacante Dzeko. Administrando a vantagem, o City recuou e permitiu ao Bolton encostar: Davies marcou de cabeça.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.