Manchester vive a expectativa de festa em dose dupla

United, que precisa de apenas um empate no Nacional, e City, que decide a Copa, podem levantar a taça hoje

, O Estado de S.Paulo

14 de maio de 2011 | 00h00

LONDRES

Manchester tem pode ser palco, hoje, de festas protagonizadas pelas torcidas de seus dois principais times. Para isso, basta que United e City confirmem o favoritismo e conquistem os títulos da Premier League e da Copa da Inglaterra, respectivamente. Rivais levantando taças no mesmo dia é algo inédito na cidade industrial inglesa.

Aparentemente, a tarefa do Manchester United é mais fácil. Com 76 pontos, joga, a partir das 8h45 de Brasília, apenas por um empate com o Blackburn. A partida é fora de casa, mas o adversário, com apenas 39 pontos e em 15.º lugar, está ameaçado de rebaixamento no Inglês, fato de ilustra sua fraqueza técnica.

O United está com a cabeça no título nacional e também na decisão da Copa dos Campeões, dia 28, com o Barcelona. Mesmo assim, o técnico Alex Ferguson optou por escalar força máxima hoje - talvez deixe de fora apenas o veterano goleiro Van der Sar, de 40 anos. "Não vai ser um jogo fácil, pois o Blackburn precisa de pelo menos um ponto para se manter na Primeira Divisão. Por isso, vamos jogar com força total"", justificou Ferguson.

Conquistando o campeonato, o Manchester United se tornará absoluto como o maior vencedor de títulos nacionais: 19, contra 18 do Liverpool, que não levanta a taça desde a temporada 1989/1990.

O Manchester City também atuará longe de seu estádio, pois a final da Copa da Inglaterra ocorre em Wembley, com início previsto para as 11 horas. E terá pela frente um adversário perigoso. O Stoke City montou bom time (no Inglês é o oitavo colocado, com 47 pontos) e não perde desde 9 de abril. Em caso de empate no tempo normal, haverá prorrogação e, se necessário, disputa por pênaltis.

O técnico Roberto Mancini, ameaçado no cargo mesmo depois de garantir a equipe na próxima Copa dos Campeões, também vai escalar força máxima, com Davi Silva e Tevez no ataque.

O City não conquista um título desde 1976. Sua última taça foi uma Copa da Liga Inglesa. O Stoke também não é afeito aos títulos. Só ganhou um na sua história: a Copa da Liga de 1972.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.