Mancini ''caça'' espião no Santos

A crise provocada por nova explosão de Fábio Costa ainda não acabou. Agora, Vágner Mancini quer descobrir o dirigente, membro da comissão técnica ou jogador que vazou para a imprensa detalhes da confusão nos vestiários após o empate por 3 a 3 contra o Goiás, domingo, na Vila Belmiro. O que irrita o treinador foi a publicação da informação de que um grupo de jogadores tomou as dores de Paulo Henrique e por pouco não houve briga."Primeiro que vocês (jornalistas) não deveriam saber disso. Não poderia vazar", disse o técnico, ontem à tarde, no programa Baixada Esporte, na TV Santa Cecília.

Sanches Filho, O Estadao de S.Paulo

21 de maio de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.