Manifestação atrasa abertura dos portões do estádio

O protesto que acontece em frente ao Estádio Nacional de Brasília (Mané Garrincha), contra a realização da Copa das Confederações e da Copa do Mundo de 2014 no País, provocou o atraso na abertura dos portões da arena para os torcedores que vão assistir ao jogo entre Brasil e Japão, a partir das 16 horas deste sábado. O local deveria ser aberto ao público ao meio-dia, mas, por conta da manifestação, ainda não há previsão de quando a entrada será liberada.

ALMIR LEITE E LEANDRO SILVEIRA, Agência Estado

15 de junho de 2013 | 12h56

Segundo a Polícia Militar, o protesto em frente ao estádio reúne cerca de 350 pessoas. Os manifestantes reclamam dos gastos com a realização das competições da Fifa no Brasil, defendendo que esse dinheiro deveria ser usado para saúde e educação. A manifestação é pacífica, sem confrontos com a PM, mas atrapalha a chegada do torcedor ao jogo de abertura da Copa das Confederações.

Para tentar facilitar o acesso do público que vai ao jogo, a Tropa de Choque fez um cordão de isolamento entre os manifestantes e o estádio. Mas os torcedores que já chegaram ao local ainda não conseguiram entrar no Mané Garrincha, porque os portões estão fechados. A cerimônia de abertura da Copa das Confederações está prevista para começar às 14h30, 1h30 antes de Brasil x Japão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.