Mano ainda conta com o meia para a Copa América

O técnico da seleção brasileira, Mano Menezes, pediu calma e vai esperar até o último instante para contar com o meia Paulo Henrique Ganso na Copa América, em julho, na Argentina. Por mais que não queira antecipar decisões, o treinador já convive com a obrigação de procurar alternativa para ocupar a vaga do apoiador do Santos - o que admite não ser fácil, tamanho o talento do jovem de organizar o jogo.

Bruno Lousada, O Estado de S.Paulo

10 de maio de 2011 | 00h00

Mano vai convocar a equipe para a Copa América em 8 de junho. Antes, em 19 de maio, vai relacionar 23 atletas para dois amistosos em junho: contra Holanda, dia 4; e Romênia, dia 7.

Mano participou ontem de seminário promovido pelos jornais O Globo e Extra, no Rio. Estava acompanhado de Parreira e Zagallo, ex-técnicos da seleção.

"Vamos esperar um pouco mais (sobre a recuperação de Ganso) porque estamos em uma semana de decisão no Paulista. Esses prazos em semana de decisão exigem um pouco de prudência. Não gosto de criar problemas por antecipação. Vamos aguardar um pouco", disse.

Entre seus colegas Parreira e Zagallo, ele demonstrou preocupação com a possibilidade de não contar com o craque santista. "Pela minha experiência, a contusão não me pareceu tão grave. Quase que o Ganso seguiu no jogo. Vamos com calma. É importante tomar a decisão com base", afirmou o treinador.

Londres. Mano deixou claro ontem que 9 atletas já têm vaga garantida na Olimpíada de Londres, em 2012. São eles: os goleiro Neto e Renan; o zagueiro Breno, o lateral-direito Rafael, os volantes Lucas e Sandro, além do trio Neymar, Ganso e Pato. "Todos vão ser dirigidos por mim em Londres."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.