Washington Alves|Divulgação
Washington Alves|Divulgação

Mano confirma retorno de Lucas Romero como titular do Cruzeiro no domingo

Volante volta ao time após disputa da Olimpíada pela seleção da Argentina

Agência Estado, Estadão Conteúdo

19 de agosto de 2016 | 12h46

O técnico Mano Menezes não quis fazer mistério e encerrou nesta sexta-feira a principal dúvida na escalação do Cruzeiro para o duelo diante do Figueirense no domingo, em Florianópolis, pelo Campeonato Brasileiro. De volta ao clube após representar a Argentina na Olimpíada do Rio, o volante Lucas Romero será titular.

Romero esteve com a seleção argentina até a semana passada, na decepcionante campanha que terminou ainda na primeira fase dos Jogos Olímpicos. De volta ao Cruzeiro, trabalhou na academia na quarta-feira e participou somente de parte do treinamento da última quinta. Mas foi o suficiente para convencer Mano de que merece a titularidade no fim de semana.

"Trabalhei com Marciel porque naquele treino específico o Romero não pôde treinar. Como nós tínhamos algumas dúvidas com relação à presença dele, utilizei no time reserva. Quando senti que ele estava bem, até mesmo conversando com o jogador, coloquei-o na equipe. É um jogador com bastante dinâmica e que percorre muitas distâncias nos jogos. Quero disciplinar essa distância e torná-la mais útil para a equipe", declarou Mano.

Em péssimo momento na temporada, ocupando somente a antepenúltima colocação do Campeonato Brasileiro, com 20 pontos, o Cruzeiro ainda terá que lidar com a ausência de Fábio. Esta será a primeira partida após a grave lesão no joelho do goleiro, que desfalcará a equipe pelos próximos oito meses. Mas Mano fez questão de exaltar as outras opções do elenco para o gol celeste.

"Não tenha dúvida de que Fábio é um ídolo do clube, da torcida, é o jogador que mais fez jogos pelo Cruzeiro. A gente perdeu ele. Mas no futebol, embora reconheçamos a importância do capitão, não é permitido remoer ausência. Precisamos acreditar naqueles que estão aqui. O Lucas está, o Rafael está, o Elisson está. O Lucão também. Disse isso para a direção: quero permanecer com os goleiros que temos, pois existe confiança em todos eles", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.