Mano convoca Brasil para amistoso com Alemanha

O provérbio "depois da tempestade vem sempre a bonança" não deve ser usado para definir a atual fase da seleção brasileira dirigida por Mano Menezes. Recém-eliminada nas quartas de final da Copa América, a equipe tem uma agenda delicada pela frente. Hoje, o técnico divulga no Rio a lista dos convocados para o amistoso do dia 10 de agosto.

Sílvio Barsetti / RIO, O Estado de S.Paulo

25 de julho de 2011 | 00h00

O jogo vai ser disputado em Stuttgart, contra a Alemanha. Depois, a seleção enfrenta a Argentina duas vezes em setembro, o México em outubro e ainda deve jogar neste ano contra Itália e Espanha.

Mano está confirmado no cargo pela cúpula da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Mas é bom que seu time comece a reagir e a apresentar algum esboço de organização ainda não visto até agora.

O técnico vai dar prioridade, neste segundo semestre, à formação de um time capaz de conquistar a medalha de ouro nos Jogos de Londres, em 2012.

Já decidiu também pela exclusão, temporária ou não, de vários dos que fracassaram na Copa América.

Os veteranos Julio César e Lúcio devem liderar a relação dos ausentes. A principal justificativa é que não gozaram de férias desde o encerramento da temporada dos clubes europeus. Isso é extensivo a outros atletas.

Pesa também contra os dois jogadores experientes a campanha ruim deles na Copa América. Lúcio chegou a se indispor publicamente com Mano ao cobrar com ênfase empenho dos colegas numa entrevista coletiva. Julio falhou em dois gols na partida em que o Brasil venceu o Equador por 4 a 2.

RENOVAÇÃO DE MANO

10 de agosto

é a data do amistoso contra a Alemanha, em Stuttgart. A seleção brasileira ainda deve fazer outras cinco partidas em 2011, sendo duas com a arquirrival Argentina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.