Geraldo Bubniak / Cruzeiro / Light Press
Geraldo Bubniak / Cruzeiro / Light Press

Mano exalta empate com o Vitória e diz que arbitragem prejudicou Cruzeiro

"Estou satisfeitíssimo com a atuação do Cruzeiro", disse o técnico

Estadão Conteúdo

20 Novembro 2017 | 08h46

O técnico do Cruzeiro, Mano Menezes, elogiou a entrega dos jogadores no empate em 1 a 1 da equipe celeste com o Vitória, neste domingo, no Barradão, em Salvador, pela 36.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para ele, o time mineiro teve forças para suportar um adversário pressionado pelo risco de rebaixamento na competição.

+ Confira a classificação do Brasileiro Série A

"Estou satisfeitíssimo com a atuação do Cruzeiro, jogar um jogo como esse, na situação que Vitória está, valendo tudo que está valendo para eles. E a gente um pouquinho mais morno no campeonato, não vou dizer desinteressados, porque isso nunca fomos. É sempre muito difícil jogar aqui. Acho que fomos bem em quase tudo. Fico feliz pela entrega dos jogadores faltando duas rodadas para terminar o campeonato", comemorou o comandante cruzeirense em entrevista coletiva após o jogo.

No entanto, Mano Menezes apontou duas decisões da arbitragem comandada por Luiz Flávio de Oliveira que, na visão dele, foram equivocadas e poderiam ter alterado o resultado final da partida e proporcionado ao Cruzeiro a possibilidade de deixar a capital baiana com um resultado ainda melhor.

Mano considerou que houve um pênalti cometido pelo meio-campista Uillian Corrêa no atacante Elber, em lance não marcado pelo árbitro, e ainda que a bola chutada pelo volante Henrique que explodiu na trave superior do goleiro Fernando Miguel teria quicado dentro do gol da equipe rubro-negra.

"A bola (do Henrique) entrou, mas eu sempre me coloco na posição do árbitro e do auxiliar nesses lances difíceis de serem vistos. Tem coisas que o olho humano não consegue e vamos ver no vídeo. Penso que houve um pênalti sobre Elber. Esse foi claro, deu para ver daqui de onde estávamos", avaliou o técnico.

O Cruzeiro chegou aos 56 pontos e segue na quinta posição na tabela do Brasileirão. O time celeste voltará a campo no próximo domingo, às 17 horas, para enfrentar o Vasco, no Mineirão, em jogo válido pela penúltima rodada (37ª) do Nacional.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.