Sport Club Internacional
Sport Club Internacional

Mano Menezes valoriza trabalho do Inter após recuperação rápida no Brasileirão

Técnico exalta desempenho do time colorado diante do Coritiba em vitória por 3 a 0 e posição na parte de cima da tabela

Redação, Estadão Conteúdo

25 de junho de 2022 | 12h42

Após perder a invencibilidade sob o comando de Mano Menezes, o Internacional se recuperou rápido com a vitória por 3 a 0 sobre o Coritiba na última sexta-feira, pela 14ª rodada do Brasileirão. O treinador valorizou a maneira do time gaúcho jogar e ainda afirmou que a vitória por três gols foi "extremamente justa" pelo que as equipes mostraram em campo.

"A equipe se portou bem porque já tem uma estrutura. Essa é minha maior preocupação. Adiantamos a equipe para pressionar e fizemos um bom jogo, vitória extremamente justa com vários jogadores fora. É isso que queremos. A medida que os jogadores vão entrando e respondendo é porque todos pensam que a nossa maneira de jogar está bem clara", afirmou o treinador.

O aproveitamento de Mano Menezes no comando do Internacional é de 64,6%, com oito vitórias, sete empates e uma derrota em 16 jogos. São 28 gols marcados e 13 sofridos. A única derrota foi em uma virada marcante sofrida diante do Botafogo, por 3 a 2, já nos minutos finais, mas o time se reergueu na partida seguinte, feito valorizado pelo treinador também

"Acreditamos muito no trabalho. Quando você perde, você volta para a casa, trabalha de novo e vê onde os erros foram cometidos. O trabalho sustenta a colocação nos trilhos de novo. Foi isso que fizemos. A equipe tem uma estrutura e se portou bem", disse Mano Menezes.

Agora o foco do Internacional passa a ser outro. A equipe volta aos treinamentos já na manhã deste sábado para se preparar para o jogo da próxima terça-feira contra o Colo-Colo, pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana, em Santiago, no Chile. Segundo melhor ataque do Brasileirão, o Internacional ocupa a terceira colocação do torneio, com 24 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.