Mano poupa Ronaldo para o Santos

O Fenômeno não fica nem no banco, no duelo de amanhã contra o Santo André, no ABC, e só volta no clássico

Fábio Hecico, O Estadao de S.Paulo

14 de março de 2009 | 00h00

Sexta-feira 13 e o corintiano recebeu sua notícia ruim, que já havia sido insinuada após a vitória sobre o São Caetano, no Pacaembu: Ronaldo não encara o Santo André, amanhã à tarde, no ABC. Mas nada de contusões. O Fenômeno será poupado para evitar problemas musculares e estar inteiro no clássico contra o Santos, dia 22. A notícia pegou muita gente de surpresa, e trará um prejuízo de R$ 410 mil aos cofres do clube, valor que a Dafra Motos pagaria para estampar sua marca na camisa do time nesse jogo.A empresa soltou uma nota, às 16h10, informando que patrocinaria a camisa do Corinthians no domingo. Às 17h22, ao saber que o Fenômeno seria poupado, voltou atrás e alegou "falta de tempo hábil para negociação." Disse, ainda, que poderia entrar em acordo para jogos futuros, mas dificilmente conseguirá já que o presidente Andrés Sanchez garantiu que o clube fecha seu patrocínio até o fim da semana que vem.A diretoria do Santo André também pode levar prejuízo. Sob campanha do duelo entre Marcelinho Carioca e Ronaldo, colocou ingressos ao salgado preço de R$ 60,00 no mínimo. "Fiquei surpreso, pois estava brincando com o Ronaldo e ele estava bastante empolgado", disse o lateral Fabinho. "Mas temos bons atacantes no elenco, o Mano terá várias opções."Todos acreditavam que Mano Menezes arrastaria a dúvida em relação à participação do Fenômeno até hoje, dia inicialmente agendado para sua entrevista. Antecipou a coletiva e, de cara, anunciou: "O Ronaldo não vai para o jogo, nem para o banco. Não vou relacioná-lo para esse jogo", disse. "Precisamos aproveitar inclusive seu momento de empolgação para percorrer o último pedaço que ainda falta (da recuperação)", seguiu. "Você, nessa hora, tem de tomar cuidados. A lesão não é um bicho-papão que fica olhando de cara feia para gente, mas aprendemos na trajetória de alguns atletas, que temos de nos precaver." Ronaldo fará um trabalho específico hoje, e ganhará o domingo de folga.A presença de Ronaldo começa a deixar o Corinthians ?internacional?, como sempre sonharam seus dirigentes. Nos próximos dias, os franceses saberão um pouquinho sobre o time, graças a seu camisa 9. O correspondente Bertrand Blais, do L?Équipe, acompanhará todos os passos do atacante durante seis dias para mostrar "como é a Folia por ele aqui.""Quarta-feira estive no Pacaembu, no meio da Gaviões da Fiel, para ver como se comportam em relação ao Ronaldo. Cantaram o tempo todo, mas só uma música era dedicada a ele", disse o repórter. Serão oito páginas para a L?Équipe Magazine. Corinthians para francês ler...

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.