Mano quer paciência para superar a defesa bielo-russa

Treinador acredita em jogo complicado para o ataque brasileiro neste domingo em Manchester

MATEUS SILVA ALVES, Agência Estado

28 de julho de 2012 | 13h50

MANCHESTER - Mano Menezes está convencido de que o jogo da seleção brasileira contra a Bielo-Rússia, neste domingo, em Manchester, pela segunda rodada do torneio olímmpico de futebol masculino, será muito complicado. O treinador estudou o time europeu e concluiu que ele tem uma defesa muito forte, com duas linhas de quatro jogadores a proteger o goleiro. Sendo assim, Mano acredita que a palavra-chave para superar uma defesa tão fechada é paciência.

Segundo o técnico, a derrota brasileira por 2 a 0 para o México no amistoso disputado em junho, nos Estados Unidos, serve de parâmetro para o segundo jogo na Olimpíada. Na sua avaliação, os mexicanos fecharam bem sua defesa e impediram a seleção de jogar. Mano confia que neste domingo seu time não cometerá os erros que cometeu naquela partida. "Logo depois daquela derrota, disse que aquele jogo tinha de servir de lição para nós. Agora enfrentaremos uma situação parecida e precisaremos de paciência. Nosso time não pode ter tanta pressa para chegar ao gol quanto teve contra o México."

Mano também disse que a seleção está preparada para não sofrer com as jogadas de bola parada dos europeus. "A estatura da Bielo-Rússia remete a cuidados especiais, tanto que contra a Nova Zelândia eles fizeram o gol em um escanteio", comentou o técnico, referindo-se à vitória por 1 a 0 dos bielo-russos na primeira rodada do torneio olímpico. "Mas isso não me preocupa porque temos boa estatura também, estamos preparados."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.