Mike Segar/Reuters
Mike Segar/Reuters

Maratona de Londres terá 1º duelo entre os dois últimos recordistas

Queniano Dennis Kimetto vai encarar o atual campeão e compatriota Wilson Kipsang pelas ruas da cidade norte-americana em 26 de abril

Estadão Conteúdo

08 de janeiro de 2015 | 11h01

O atual recordista mundial e o anterior da maratona vão duelar pela primeira vez em abril na Maratona de Londres. Os organizadores da prova anunciaram nesta quinta-feira que o recordista queniano Dennis Kimetto vai encarar o atual campeão e compatriota Wilson Kipsang pelas ruas da cidade no dia 26 de abril.

Kimetto quebrou o recorde mundial de Kipsang em setembro do ano passado, marcando 2h02min57 para vencer a Maratona de Berlim. A marca anterior era de 2min03s23, de Kipsang, registrada no ano anterior também na cidade alemã. Parceiros de treino, os quenianos nunca se enfrentaram em uma maratona.

Esta será a primeira participação de Kimetto na Maratona de Londres. Kipsang, que também ganhou a disputa em 2012, vai competir na prova pela quarta vez. "Eu quebrei o recorde mundial de Wilson em Berlim no ano passado e agora eu quero a sua coroa da Maratona de Londres", disse Kimett. "Estou aproveitando a chance de enfrentar meu amigo nessa famosa disputa".

Kipsang foi coroado como melhor maratonista de 2013 e 2014 após ser campeão da Maratona de Nova York em novembro do ano passado. Ele quebrou o recorde da prova de Londres no ano passado, quando a ganhou em 2h04min29.

"Londres sempre tem os melhores corredores, mas com Dennis na programação este ano promete ser uma dura batalha", disse Kipsang. "Eu certamente não vou desistir do meu título sem lutar".

A prova também contará com outros atletas quenianos de alto nível, incluindo Emmanuel Mutai, campeão em Londres em 2011, e Eliud Kipchoge, vencedor da Maratona de Chicago de 2014. O astro etíope Kenenisa Bekele fará a sua estreia na Maratona de Londres.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.