Divulgação/Maratona de São Paulo
Divulgação/Maratona de São Paulo

Maratona do Rio é transferida de junho para outubro por causa do coronavírus

Quem já fez inscrição na prova estará automaticamente inscrito para a nova data, próxima ao feriado de Nossa Senhora Aparecida

Redação, Estadão Conteúdo

21 de março de 2020 | 16h22

Os organizadores da Maratona do Rio anunciaram na tarde deste sábado a mudança da data da edição deste ano da prova por causa da pandemia do novo coronavírus. Inicialmente marcado para o feriado de Corpus Christi, em junho, o evento será realizado em outubro, no fim de semana do feriado de Nossa Senhora Aparecida.

Uma das principais corridas de rua do Brasil, a Maratona do Rio deve receber cerca de 30 mil participantes, inclusive estrangeiros.

"A decisão de adiar a prova segue a orientação do Ministério da Saúde para os eventos durante o período da pandemia do coronavírus e tem como objetivo preservar, em primeiro lugar, a saúde e o bem-estar de atletas, funcionários, parceiros e da comunidade", diz o comunicado divulgado pela organização da maratona.

Os atletas que já fizeram a inscrição na prova estão automaticamente inscritos na disputa em outubro. Quem não puder participar nessa época, já terá garantida a presença na Maratona do Rio de 2021, que voltará para o mês de junho.

Do ponto de vista esportivo, a mudança de data vai impor aos atletas um desafio importante: o calor. Se na data original, pouco antes do início do inverno, a prova normalmente já é disputada com a temperatura alta, esse problema certamente será bem mais sério em outubro, o que vai exigir dos corredores uma preparação especial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.