Maratona reúne 12 mil atletas no Rio

A previsão dos especialistas é que a 6ª Meia Maratona Internacional do Rio, com 12 mil atletas inscritos, será a edição mais equilibrada da história do evento. Além dos melhores brasileiros, especialistas em corrida de rua, a prova reunirá bons fundistas estrangeiros, como o ganhador da prova de 2001, o angolano João Baptista N?Tyamba. A largada será às 9h30, na Praia do Pepino, em São Conrado, com chegada prevista para o Aterro do Flamengo, em percurso de 21.097 metros (com transmissão da TV Globo). A premiação total será de R$ 150 mil. Os melhores brasileiros, no feminino e no masculino, ganharão um carro.No masculino, entre os estrangeiros também estão os quenianos Simon Bowott, que, nos três últimos anos venceu, respectivamente, as maratonas de Berlim, Paris e Roterdã, e Philip Rugut, especialista na meia maratona, atleta de 25 anos que é considerado jovem para provas mais longas. Venceu a Maratona Internacional de São Paulo em 2001 e fez um excelente resultado na Meia Maratona de Palermo, na Itália, em 2000 (1h01min28).Entre as mulheres, Maria Zeferina Baldaia, de 30 anos, vencedora da última Corrida Internacional de São Silvestre, é um dos destaques brasileiros. A fundista, que já foi cortadora de cana, doméstica e ajudante-geral em uma indústria de Sertãozinho, no interior de São Paulo, conta agora com o apoio da Usina Santa Elisa e da Mizuno e garante que está bem preparada. Em sua estréia na distância, na Meia Maratona do Rio de 2001, foi a segunda colocada, com 1h15. Seu melhor tempo em meia maratonas é de 1h12, obtido no Mundial de Bristol, na Inglaterra.As brasileiras Selma Reis, atual campeã da prova, Márcia Narloch, bicampeã da Maratona de São Paulo, a queniana Anne Jelagat, vencedora da Meia Maratona de Gava (ESP) este ano, e a portuguesa Fernanda Miranda, ex-campeã mundial de maratona, também são candidatas ao pódio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.